Morre em São Paulo o líder mauaense Armando Junior | Bastidor Político
Morre em São Paulo o líder mauaense Armando Junior Morre em São Paulo o líder mauaense Armando Junior
Um dos lideres do Movimento Nacional dos Catadores de Recicláveis (MNCR), o mauaense Armando Octaviano Junior, de 45 anos, morreu em São Paulo às... Morre em São Paulo o líder mauaense Armando Junior

Um dos lideres do Movimento Nacional dos Catadores de Recicláveis (MNCR), o mauaense Armando Octaviano Junior, de 45 anos, morreu em São Paulo às 16h30 desta sexta-feira (2). Ele estava internado desde 27 de janeiro. Reconhecido nacionalmente por seu trabalho junto a entidades de catadores de materiais recicláveis, Armando completaria 46 anos em 02 de junho.

Armando Octaviano Junior iniciou sua militância política na cidade de Mauá, na região do ABC Paulista, onde foi destacado líder estudantil. Durante sua trajetória estudantil, Armando Junior participou de grêmios estudantis e de entidades secundaristas como UMES e UPES (União Municipal e Estadual de Estudantes Secundaristas), durante a década de 90.

Ao completar seu ciclo nos movimentos de juventude e dos estudantes, Armando voltou-se aos estudos acerca das questões ambientais, notadamente no trabalho de catadores e catadoras de recicláveis, sendo um dos participantes quando da elaboração do PNRS (Plano Nacional de Resíduos Sólidos), sancionado pelo presidente Lula em 2010.

Antes de sua destacada atuação nacional na questão dos catadores de recicláveis, Armando Junior fundou em Mauá a COOPERMA e depois, a COOPERCATA, cooperativas de trabalhadores do setor de recicláveis da cidade que possui, graças a intensa e firme atuação de Armando, um galpão no bairro Capuava que, além de cumprir o papel de recicladores, emprega dezenas de trabalhadores e trabalhadoras catadores de Mauá.

Armando Octaviano Junior foi sepultado no Cemitério Municipal “Santa Lídia” na tarde de sábado (3) na presença de grande quantidade de pessoas entre amigos, militantes dos movimentos sociais e familiares.