‘Ateliê da Folia’ retorna ao carnaval de São Caetano do Sul | Bastidor Político

Bastidor Político

A notícia por trás da notícia

‘Ateliê da Folia’ retorna ao carnaval de São Caetano do Sul ‘Ateliê da Folia’ retorna ao carnaval de São Caetano do Sul
‘Ateliê da Folia’ retorna ao carnaval de São Caetano do Sul, no Parque Chico Mendes, com oficinas de fantasias e adereços Sucesso no carnaval... ‘Ateliê da Folia’ retorna ao carnaval de São Caetano do Sul

‘Ateliê da Folia’ retorna ao carnaval de São Caetano do Sul, no Parque Chico Mendes, com oficinas de fantasias e adereços

Sucesso no carnaval de rua de São Caetano do Sul, realizado no último domingo (04/02) pela Secretaria de Cultura (Secult), as oficinas de confecção de fantasias, adereços e de fabricação de instrumentos musicais estarão de volta no dia 11.

As aulas ao ar livre, para pessoas de todas as idades, acontecerão no Espaço Verde Chico Mendes (Avenida Fernando Simonsen, 566, no Bairro Cerâmica), das 13h30 às 16h30, ao som de marchinhas com os músicos Gil Marques, Roque Gomes e Wilson Colcheschi, da Secult.

INSTRUMENTOS MUSICAIS                                                                                                         

Quem curtiu o carnaval na Praça dos Imigrantes e imediações (04) teve a oportunidade de participar da festa com os próprios instrumentos musicais, produzidos ali mesmo, na oficina da Mariana Mazieiro. Com uma maneira bem simples, a ideia é de atingir uma sonoridade próxima ao do instrumento real.

A arte-educadora ensinou à garotada a fazer um reco-reco, a partir de conduite e papelão, uma panderola feita de prato de bolo de aniversário envolto por guizos, e um ganzá com papel picado dentro de uma garrafa pet. “Além de ensinar as pessoas a produzir seus próprios instrumentos, mostramos a importância do reaproveitamento do material que é normalmente descartado”, ensina Mazieiro.

FANTASIAS E ADEREÇOS

Já a oficina de customização de roupas, da Marina Moll, propõe aos foliões criar a própria fantasia de carnaval. Para isso, é aconselhável que cada um leve a sua camiseta. No mesmo espaço, as pessoas aprenderão a confeccionar acessórios, como tiaras, pulseiras e colares. A Paula Venâncio abre caminho para a criatividade dos participantes; na oficina de adereços, cada um escolhe os materiais que irá utilizar.

Mais de 350 peças, entre instrumentos musicais, adereços e artefatos para customização de trajes, foram produzidas, em sua maioria, pelas crianças que brincavam o carnaval de rua na Praça dos Imigrantes, dia 4 de fevereiro